Saiba como aplicar o Steel Frame no seu projeto estrutural

A utilização do Steel Frame ainda é uma incógnita para alguns arquitetos, tanto sobre o conceito e custos, quanto sobre suas vantagens e implicações em um projeto estrutural. Trata-se de um modelo muito utilizado pelo mundo afora e, por isso, é importante estar atento a todas as informações a respeito desse método.

Sabendo o que o Steel Frame é e quais as suas possibilidades de aplicação, você poderá se destacar como profissional na área e aumentar seu conhecimento enquanto arquiteto. Sendo assim, selecionamos todas as informações importantes sobre o assunto para você finalmente entender como utilizá-lo.

Nesta publicação, explicamos o conceito, vantagens, desvantagens, custos, aplicação e implicação do Steel Frame. Vamos lá!

Afinal de contas, o que é Steel Frame?

Steel Frame, ou Light Steel Frame, é um conjunto de armações em aço galvanizado com alto nível de eficiência e durabilidade. É um novo método incorporado às atividades de construção civil que vem ganhando destaque a nível nacional, devido sua ampla lista de vantagens listadas no tópico a seguir.

Os materiais de utilização podem ser variados: madeira OSB, drywall e cimentícias, são alguns exemplos. Suas aplicações também são diversas, podendo ser incluídas em quase todas edificações. Apesar desse pequeno panorama de vantagens, como outros modelos de construções, o Steel Frame também possui suas desvantagens que devem ser levadas em consideração por parte do profissional.

Ilustração com as características principais do Steel Frame mostradas no texto

Vantagens e desvantagens do Steel Frame

Apesar de ter benefícios e problemáticas, a lista de vantagens é ainda mais significativa que o contrário. Confira!

Vantagens

  • alta eficiência;
  • fácil instalação;
  • várias possibilidades de materiais;
  • redução de desperdício;
  • alta resistência e durabilidade;
  • redução de acidentes;
  • facilidade de execução;
  • estrutura mais leve;
  • sustentabilidade;
  • agilidade e organização na construção.

Desvantagens

  • exige mão de obra especializada;
  • possui limite de altura;
  • limite de pavimentação.

Como acontece a aplicação do Steel Frame?

O fato das construções com Steel Frame serem de estruturas leves, permite que a fundação seja mais simples. A fundação mais comum para esse tipo de módulo é o Radier – uma laje de concreto armado. Para tanto, é necessário que haja uma etapa de impermeabilização devida, como em quaisquer fundações. Importante saber: sapata corrida e viga baldrame também são aplicados junto ao Steel Frame.

É importante mencionar que o Light Steel Frame é autoportante, ou seja, é um tipo de construção de suporte independente. Isso deixa ainda mais em destaque a necessidade de um bom esquadro da fundação e nivelamento. Depois do processo de fundação, as próximas etapas da aplicação do Steel Frame segue os seguintes passos:

Imagem com o resumo das etapas de aplicação do projeto de Steel Frame

  • estrutura;
  • cobertura;
  • fechamento externo;
  • instalações;
  • fechamento interno;
  • acabamento.

Custos do Steel Frame

Não há um valor exato do custo do Steel Frame, o que existe, na verdade, é um custo aproximado entre o valor do m³ de aço, tamanho total do projeto e acabamentos escolhidos pelo cliente.

Em conversas com colegas parceiros, que executam obras em Steel Frame, foi nos passado o valor/m² (acabada) de uma casa de médio para alto padrão, construída nesta tecnologia, de R$ 3.000,00/m² a 3.500,00/m².

Fotografia de obra com Steel Frame na qual a On.We participou
Casa de alto padrão construída em Steel Frame na qual a On.We participou do projeto estrutural para fundação do Steel Frame, e também projeto de instalações elétricas / comunicação. Foto: Arquiteta Flavia Medina

O que é importante saber antes de iniciar seu projeto

Para quem deseja realizar um projeto estrutural com Steel Frame, há algumas informações que devem ser levadas em consideração. Antes de mais nada, é necessário que haja uma boa base do projeto em questão e, em seguida, a determinação do material a ser utilizado. Neste momento, o cliente pode ter influência direta na escolha do material.

A partir dessas duas etapas, é o momento de iniciar a base do projeto estrutural da construção, junto a cotação das placas, definição de onde serão incluídas e as bases. Dentro de um projeto com Steel Frame, também é essencial que seja planejado todo os materiais que serão utilizados ao longo do processo.

Uma dica interessante é utilizar um software para ajudar nesse momento. O BIM (Building Information Modeling), por exemplo, pode ser uma ótima alternativa para contribuir para o bom desempenho do seu projeto. Para além desse tipo de projeto, ele funciona para diferentes projetos, tais como:

Em todos os projetos listados, realizamos a inclusão da ferramenta BIM, confira!

O Steel Frame é uma possibilidade de utilização em laje com um conjunto de materiais em aço galvanizado. Dentre suas vantagens, podemos destacar a alta eficiência, durabilidade, resistência, sustentabilidade e muito mais. Por outro lado, as desvantagens correspondem, principalmente, às limitações de pavimentação e altura.

Para quem se arrisca a incluir o Steel Frame ao seu trabalho, é uma ótima alternativa de mostrar seu potencial e conhecimento ao mercado de trabalho e seus clientes. Todo conhecimento na área é muito bem-vindo e nossas publicações do blog podem te ajudar nesse momento!

Confira todos nossos posts e fique por dentro dos principais assuntos referentes ao universo da arquitetura e construção civil.

Para fazer um orçamento você precisar criar uma conta!

[user_registration_my_account]